Javascript desabilitado
Logo MPF nome Logo MPF

Piauí

Patrimônio Público
25 de Julho de 2022 às 15h40

Precatório do Fundef: acolhendo pedido do MPF, Justiça determina retorno de mais de R$ 1 bi da conta da Sefaz para a Seduc

Para o MPF, além de revelar graves indícios de desvios de finalidade, a prática evidencia o claro descumprimento da ordem judicial

Foto de uma escultura da deusa da justiça, Thêmis. Ao fundo um painel com losangos em tons degradês de azul

Imagem: iStock

A Justiça Federal, acolhendo pedido do Ministério Público Federal (MPF), determinou o imediato retorno de mais de R$ 1 bilhão, correspondente a recursos de precatório do Fundef, da conta da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) para aquela de titularidade da Secretaria de Educação do Estado do Piauí (Seduc).

A decisão foi dada em razão de descumprimento de sentença proferida, em 22 de março deste ano, pela Justiça Federal, em ação civil pública ajuizada pelo MPF em 2019. Na sentença, a Justiça acolheu parcialmente os pedidos do MPF determinando ao Estado do Piauí que se abstivesse de transferir para a conta do tesouro única ou para qualquer outra conta existente em seu nome (incluindo os dos órgãos e entidades da administração direta e indireta), os recursos oriundos dos créditos do Fundef, decorrentes do precatório nº 0227623- 77.2019.4.01.9198 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região)

Mesmo ciente da sentença, em 5 de maio deste ano, o Estado do Piauí promoveu transferência de recursos do precatório do Fundef, mais de R$ 1 bilhão, da conta da Seduc para a Sefaz. Tal prática, segundo o MPF, além de revelar graves indícios de desvios de finalidade na utilização dos recursos vinculados do Fundef, evidencia o claro descumprimento da ordem judicial.

Em sua defesa, o estado alegou o julgamento da ADPF n.º 528 pelo Supremo Tribunal Federal. Mas, segundo a Justiça,  em nenhum momento esse julgado  autoriza a transferência de recursos da conta específica vinculada ao Fundeb para contas de outras secretarias, tampouco constitui chancela para utilização daqueles em fins diversos da natureza do Fundo.

A Justiça Federal ressalta, na decisão, que o Supremo Tribunal Federal apenas autorizou que o montante correspondente aos juros de mora incidentes sobre o valor do precatório referente às verbas do Fundeb possa ser utilizado para o pagamento de honorários advocatícios contratuais.

Ademais, para a Justiça Federal, não há nenhuma informação nos autos de que a transferência de recursos entre as contas tenha ocorrido para o pagamento de honorários advocatícios contratuais.

Em caso de descumprimento da decisão, a Justiça determinou a aplicação de multa diária pessoal aos secretários de Educação e de Fazenda, no valor de R$ 10 mil, para cada um.


Processo n.º1018634-26.2019.4.01.4000

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Estado do Piauí
Fones: (86) 3214 5925/5987
www.mpf.mp.br/pi
Sistema de Atendimento a Jornalistas (saj.mpf.mp.br)  
twitter@MPF_PI
facebook.com@MPFederal
instagram@MPF_oficial


registrado em: *1CCR
Contatos
Endereço da Unidade

Avenida João XXIII, 1390,

bairro Noivos,

Teresina - Piauí

CEP 64.045-000

(86) 3214-5915

De acordo com a Portaria PR/PI nº 33, de 29 de março de 2022, o horário de funcionamento da Procuradoria da República no Estado do Piauí (PR/PI) será de 7h30min às 17h30min de segunda a sexta-feira. O atendimento ao público externo será realizado presencialmente no Protocolo e na Sala de Atendimento ao Cidadão, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h30, e, virtualmente, por meio do MPF Serviços.

De acordo com a Portaria PR/PI nº 166 de 2021 de 12 de novembro de 2021, é obrigatória a comprovação de vacinação contra Covid-19 para o ingresso nas unidades do MPF no estado do Piauí. A portaria está em consonância os termos da Portaria PGR/MPU nº 110 de 2021, alterada pela Portaria PGR/MPU nº 112 de 2021, da Procuradoria-Geral da República (PGR) que determina ainda medidas específicas para os casos de pessoas não vacinadas ou que não comprovem a vacinação.

Assessoria de Comunicação Social das 8 às 13 horas através do Sistema de Atendimento a Jornalistas: www.saj.mpf.mp.br

Plantão judicial

Fax: (86) 3214-5941

Como chegar
Sites relacionados
Área Restrita