A Operação Lava Jato, uma das maiores iniciativas de combate à corrupção e lavagem de dinheiro da história recente do Brasil, teve início em março de 2014. Na época, quatro organizações criminosas que teriam a participação de agentes públicos, empresários e doleiros passou a ser investigada perante a Justiça Federal em Curitiba.

O trabalho cresceu e, em função dos desdobramentos, novas investigações foram instauradas em vários estados ao longo de mais de seis anos. Em parte deles – caso do Rio de Janeiro e de São Paulo – os procuradores naturais passaram a contar com a colaboração de colegas e a atuação conjunta se deu no modelo de força-tarefa. Pela própria natureza, esse modelo é marcado pela provisoriedade.

Em 2021, a fim de assegurar estabilidade e caráter duradouro ao trabalho, a sistemática da força-tarefa é incorporada aos Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaecos).

EFEITOS NO EXTERIOR

RESULTADOS

71

Inquéritos

45

Denúncias apresentadas

126

Denunciados

49

Manifestações em HCs

2

Ações penais

7

Denunciados

130

Denúncias apresentadas

179

Ações penais

174

Condenados (1ª e 2ª instâncias)

209

Acordos de colaboração

17

Acordos de leniência

79

Total de operações

2

Denúncias apresentadas

48

Denunciados

554

Processos distribuídos

325

Manifestações em HCs

136

Manifestações em apelações

1

Apelações julgadas

980

Processos distribuídos

453

Manifestações em HCs

44

Apelações julgadas

104

Denúncias apresentadas

104

Ações penais

183

Condenados (1ª e 2ª instâncias)

180

Acordos de colaboração

9

Acordos de leniência

56

Total de operações

9

Denúncias apresentadas

9

Ações penais

4

Condenados (1ª e 2ª instâncias)

10

Acordos de colaboração

2

Acordos de leniência

6

Total de operações