Javascript desabilitado
Logo MPF nome Logo MPF

Bahia

Comunidades Tradicionais
29 de Abril de 2022 às 11h5

MPF participa de plenária e reuniões no 4º Acampamento dos Povos Indígenas da Bahia

Procuradora Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) Marília Siqueira e PRDC adjunto Ramiro Rockenbach ouviram opiniões, reivindicações e demandas mais urgentes dos indígenas

Foto de um indígena discursando debaixo de uma tenda. Outras pessoas acompanham

Foto: Ascom-MPF/BA

Os procuradores da República Marília Siqueira e Ramiro Rockenbach representaram o Ministério Público Federal (MPF) em plenária realizada na manhã desta quarta-feira, dia 27 de abril, em Salvador, dentro das atividades organizadas pelo Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (Mupoiba).

O evento fez parte da programação de debates do 4º Acampamento dos Povos Indígenas da Bahia, que reúne, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), ao lado da Assembleia Legislativa estadual, cerca de mil pessoas, representantes de mais de 50 comunidades do estado.

Desde a última segunda (25), até a próxima sexta-feira (29), lideranças indígenas e sociais, professores e gestores da educação, além de representantes do poder público, participam de assembleia, plenárias e mobilizações para debater sobre demandas relacionadas à educação, demarcação de terras, acesso a políticas públicas, entre outras.

Durante a plenária, a procuradora Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) Marília Siqueira e o PRDC adjunto Ramiro Rockenbach se colocaram à disposição dos povos indígenas, participaram de reuniões e ouviram suas opiniões, reivindicações e demandas mais urgentes.

A PRDC lembrou a necessidade de ter este contato direto com as comunidades indígenas, para ouvir e conhecer melhor a realidade de cada povo. “Mas é muito importante também, como representante do MPF, reafirmar a importância da demarcação de territórios, reafirmar nossa posição contra a teoria do marco temporal e reafirmar a sua inconstitucionalidade. Esta teoria se mostra absurda em todos os seus aspectos, porque ignora a condição de povos originários dos povos indígenas”, destacou.

Já o procurador Ramiro lembrou que mesmo após a volta dos indígenas para suas comunidades, o MPF estará presente para ajudá-los. “Nosso recado aqui hoje é para que vocês saibam, que mesmo que voltem para o município mais distante da capital… saibam que o Ministério Público Federal continua e sempre será parceiro do povo indígenas para tudo. Contem com a gente. Tragam o que vocês precisam. Compartilhem, porque nós existimos e estamos aqui para ajudar a cada povo, a cada comunidade e a cada um de vocês”, concluiu o procurador Ramiro.

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal na Bahia
www.twitter.com/mpf_ba | prba-ascom@mpf.mp.br
Acesse o Sistema de Atendimento a Jornalistas (SAJ)
Receba notícias por e-mail

Quer registrar uma denúncia, solicitar uma informação ou enviar um documento ao MPF?
Acesse:
www.mpf.mp.br/mpfservicos

Consulte os endereços e telefones de todas as unidades do MPF na Bahia.

Contatos
Endereço da Unidade

Rua Ivonne Silveira, 243
Loteamento Centro Executivo - Doron
CEP 41.192-007 - Salvador/BA

www.mpf.mp.br/mpfservicos
(71) 3617-2200
Como chegar
Sites relacionados
Área Restrita