Javascript desabilitado
Logo MPF nome Logo MPF

Santa Catarina

Direitos do Cidadão
30 de Agosto de 2022 às 12h25

MPF entregou mais três Livrotecas na última semana em Santa Catarina

Organização Círculos de Hospitalidade, Marista Escola Social Lúcia Mayvorne e o Grupo Mulheres em Ação receberam as bibliotecas móveis

Um grupo de vinte e quatro pessoas posa para foto em frente à sede da Organização Círculos de Hospitalidade.

Foto: MPF

Mais uma página de cidadania foi escrita no último sábado (27). Afegãos, brasileiros, cubanos, haitianos e venezuelanos estiveram reunidos na Organização Círculos de Hospitalidade, em Florianópolis, para a entrega da sexta Livroteca pelo Ministério Público Federal, destinada à comunidade migrante e refugiada.

A biblioteca móvel foi ilustrada por Bruno Barbi, artista visual, que procura dar visibilidade à causa antirracista, tendo a oportunidade, por meio desse trabalho, de aprender e entender mais profundamente as pautas que se interseccionam e estruturam a desigualdade brasileira. Para ele, “é uma honra. Não deixa de ser uma chancela nessa trajetória ser convidado pra um projeto desses pelo Ministério Público. Muito valioso esse empreendimento”.

Para a equipe que está trabalhando no projeto, tem sido muito gratificante ver o resultado do trabalho e a aproximação do MPF com a sociedade, em comunidades vulneráveis e em locais tão diversos. Segundo Cynthia Orengo, coordenadora do projeto Livroteca, “é um trabalho que envolve responsabilidade social, comunicação institucional, voluntariado, sustentabilidade, arte, cultura e afeto. Conciliamos esse projeto com as atividades normais do dia a dia, porque entendemos a importância dele não só para quem o recebe, mas também para a instituição. É o MPF se fazendo presente em comunidades vulneráveis”.

CH1.jpgCH2.jpg

Para o procurador regional dos Direitos do Cidadão do MPF, Fábio de Oliveira, o projeto “é um gesto que simboliza não só este acolhimento neste momento. É uma política e um dever do Ministério Público trabalhar com ações que promovam um bom acolhimento de todos que vêm ao nosso país”.

A coordenadora da Organização Círculos de Hospitalidade, Bruna Kadletz, destacou que é necessário “humanizar o nosso olhar, para enxergarmos o outro em nós, porque, de uma certa forma, todos nós, além de compartilharmos uma casa em comum, compartilhamos a nossa humanidade”.

Mais duas Livrotecas entregues – ao longo da semana passada, a quarta e a quinta Livrotecas também foram entregues. Uma delas foi destinada, na quarta-feira (24), para a Marista Escola Social Lúcia Mayvorne, no Monte Serrat, em Florianópolis. Na ocasião, a equipe do projeto promoveu uma manhã com muita arte e cultura, contação de história, oficina de colagem, poesia e integração.

Os artistas responsáveis pela ilustração dessa geladeira foram Gelsyr Ruiz, que pesquisa e experimenta diversas técnicas no campo das artes visuais (pintura, desenho, gravura, fotografia, colagem e instalação), e Renato Ruiz (Gavina), que trabalha principalmente em observações botânicas.

Livroteca_Marista2.jpgLivroteca_Marista1.jpg

Na sexta-feira (26), a quinta Livroteca foi entregue para o Grupo Mulheres em Ação, no Brejaru, em Palhoça, que busca promover o empoderamento feminino e o acolhimento. Na oportunidade, foi realizada uma roda de mulheres, com conversa e contação de histórias. Segundo Cynthia Orengo, “muitas dessas mulheres não conheciam o MPF. Levar a instituição, por meio da arte e da cultura, para locais e comunidades vulneráveis tão diversificadas tem sido o maior legado desse projeto”.

A artista que ilustrou a Livroteca foi Alana de Oliveira, grafiteira, pesquisadora cultural, artista visual, poeta e mestre de cerimônias.

Mulheres_Acao1.jpgMulheres_Acao2.jpg

Projeto Meu Boizinho - Na quinta-feira (25), o procurador-chefe do MPF em SC, Daniel Ricken, e a coordenadora do projeto Livroteca, Cynthia Orengo, receberam a visita dos publicitários e ilustradores Bruno Pagani e Thiago de Melo, criadores do Projeto Meu Boizinho.

O objetivo do projeto é incentivar que as crianças se conectem com a tradição e os costumes da cidade onde vivem. Os publicitários acreditam que “para a cultura do Boi de Mamão se perpetuar, ela precisa viver dentro dos nossos corações”.

A partir de agora, todas as Livrotecas do MPF em SC incluirão exemplares de “O Sumiço da Tainha de Ouro”, publicação criada por Bruno e Thiago.

Meu_Boizinho.jpg

Projeto Livroteca - aliando o conceito de “upcycling” (dar um novo propósito para materiais que seriam descartados, agregando valor com criatividade) à valorização de artistas locais que se dispõem a doar sua arte para transformar objetos, surgiu a ideia da Livroteca MPF - Páginas de Cidadania, projeto que visa transformar refrigeradores inservíveis ao uso, que seriam descartados ou destinados à sucata, utilizando-os como estantes de livros e alocando-os em comunidades vulneráveis.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em SC
Atendimento ao público: (48) 2107-6100 e 2107-2410
Atendimento à imprensa: (48) 2107-2466 e 2107-2480
E-mail: prsc-ascom@mpf.mp.br
www.mpf.mp.br/sc
Twitter: @MPF_SC

Contatos
Endereço da Unidade

Rua Paschoal Apóstolo Pitsica, 4876
Edifício Luiz Elias Daux
Agronômica, Florianópolis,SC
CEP 88025-255
Estacionamento: há 5 vagas para visitantes no piso G2

Atendimento de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h

Telefones:

(48) 2107-6100 - Gabinetes
(48) 2107-2400 - Administração

Como chegar