Javascript desabilitado
Logo MPF nome Logo MPF

Procuradoria-Geral da República

Comunidades Tradicionais
19 de Maio de 2020 às 15h35

MPF promove bate-papo virtual para lançar coletânea de artigos sobre direitos dos povos ciganos

Evento online reunirá membros do MPF e acadêmicos ciganos para debater e refletir sobre diferentes aspectos da vida dessas comunidades

Arte tem fundo roxo e o texto "Coletânea de Artigos Povos Ciganos – Direitos e Instrumentos para sua Defesa” escrito na cor amarela, cercado por detalhes em verde e vermelho

Arte: Secom/PGR

O Ministério Público Federal (MPF) realiza nesta sexta-feira (22), a partir das 19h, um bate-papo virtual sobre os desafios, direitos e garantias dos povos ciganos na atualidade. O evento marca o lançamento da coletânea de artigos “Povos Ciganos – Direitos e Instrumentos para sua Defesa”. Organizada pela Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do MPF (6CCR), a publicação eletrônica discute temas como identidade, preconceito, (in)visibilidade, legislação e direitos dos ciganos. O encontro online é aberto ao público em geral e reunirá, além de membros do MPF, representantes dos povos ciganos com textos publicados na coletânea.

O debate será mediado pelo coordenador da 6CCR, subprocurador-geral da República Antônio Bigonha. Também participam da conversa online o subprocurador-geral Luciano Mariz Maia; o procurador regional Walter Rothemburg; Brigitte Grossmann Cairus, doutora em História pela Universidade do Estado de Santa Catarina e professora na Uniasselvi em Santa Catarina; Maria Patrícia Lopes Goldfarb, professora doutora associada da Universidade Federal da Paraíba; e Igor Shimura, mestre em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Maringá.

O lançamento da publicação do MPF marca também o Dia do Cigano, comemorado em 24 de maio em homenagem a Santa Sara Kali, padroeira universal dessa população. Distribuídos em quase 500 páginas, os 18 artigos da coletânea foram desenvolvidos por profissionais de diversos âmbitos institucionais e sociais. Boa parte dos autores são ciganos. Nos artigos, juristas, antropólogos, sociólogos, historiadores, educadores, assistentes sociais e religiosos trazem as reflexões sobre ser cigano. Os textos abordam desde as formas de expressão de preconceito, discriminação e racismo até o direito à educação e ao trabalho, passando pela legislação existente no Brasil e em outras jurisdições.

“O que há de particular na coletânea é ser ciência social aplicada a realidades concretas, inspirando as próprias comunidades ciganas a se tornarem cada vez mais protagonistas de seu destino, e estimulando outros atores a desempenharem melhor seus papéis, conhecedores de seus deveres, para efetivação plena dos direitos dos ciganos”, destaca o texto de apresentação da publicação.

A coletânea lembra, ainda, os 29 anos do trabalho realizado pelo MPF na busca pela inclusão dos povos ciganos na sociedade brasileira, e o esforço para promover a conscientização sobre suas reivindicações e direitos. “Os ciganos têm todos os direitos constitucionais, econômicos, sociais e culturais reconhecidos a qualquer outro brasileiro não cigano. No entanto, permanecem invisíveis, não recenseados enquanto tais, desprotegidos e desassistidos pelas autoridades brasileiras”, pondera outro trecho da apresentação à obra.

SERVIÇO
O quê: Bate-papo virtual para lançamento da Coletânea de Artigos “Povos Ciganos: Direitos e Instrumentos para sua Defesa”
Quando: 22/5, às 19h
Como participar: https://www.youtube.com/user/tvmpf

Secretaria de Comunicação Social
Procuradoria-Geral da República
(61) 3105-6409 / 3105-6400
pgr-imprensa@mpf.mp.br
facebook.com/MPFederal
twitter.com/mpf_pgr
instagram.com/mpf_oficial
www.youtube.com/canalmpf

registrado em: *6CCR
Contatos
Endereço da Unidade
 
 
Procuradoria-Geral da República
SAF Sul Quadra 4 Conjunto C
Brasília - DF
CEP 70050-900 
(61) 3105-5100
Atendimento de segunda a sexta, das 10h às 18h.
Como chegar
Sites relacionados
Área Restrita