Javascript desabilitado
Logo MPF nome Logo MPF

Paraíba

Direitos do Cidadão
31 de Agosto de 2023 às 8h5

MPF realiza palestras sobre enfrentamento da violência contra a mulher em Barra de Santana e Queimadas (PB)

Palestras fazem parte do Agosto Lilás, campanha que divulga medidas de combate à violência doméstica e familiar

Foto aérea de pessoas de mãos dadas, formando um coração.

Foto: MPF

O Ministério Público Federal (MPF) encerrou, nessa quarta-feira (30), ciclo de palestras sobre a importância de enfrentar e prevenir as diversas formas de violência contra as mulheres. Realizadas nos municípios paraibanos de Barra de Santana, no dia 23, e Queimadas, na manhã de ontem, as atividades fizeram parte do Agosto Lilás, campanha que busca divulgar as medidas de combate à violência doméstica e familiar, em especial a Lei Maria da Penha. O evento foi promovido por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão na Paraíba, que tem como titular a procuradora da República Janaína Andrade de Sousa.

Os servidores da Procuradoria da República em Campina Grande Andeson de Aguiar Paes Barreto e Daniel José de Souza Matos foram os palestrantes. Eles trataram das diferentes formas de violência contra a mulher (física, psicológica, emocional, sexual) e também divulgaram os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncia existentes.

"A experiência foi maravilhosa, pois percebemos nitidamente o envolvimento do público. Após o evento, o feedback foi extremamente positivo e as pessoas solicitaram nosso retorno com novas palestras e novos temas. Temos a certeza de que o conhecimento que passamos marcou o coração das pessoas", declarou Daniel.

A satisfação em participar dos eventos também foi manifestada por Andeson: “Sentimos que contribuímos um pouco para enriquecer o conhecimento da população. O caminho é muito longo, mas um degrau foi alcançado”.

Crime – O Município de Queimadas, que sediou uma das palestras, foi local de um crime bárbaro de violência contra a mulher em 2012. Um estupro coletivo, ocorrido em uma festa de aniversário, resultou na violência sexual contra cinco mulheres e no homicídio de duas delas.

A respeito desse caso e do trauma deixado por muitos outros crimes cometidos contra mulheres, o servidor da Procuradoria da República no Amazonas Miguel Rodrigues de Oliveira Filho redigiu um poema, que foi lido no encerramento das palestras (leia abaixo). Miguel é membro da Academia de Letras, Ciências e Culturas do Amazonas (Alcama).

Veja a galeria de fotos do evento

Ferida aberta!

As rosas deveriam ser protegidas,
Pelas pontas agudas dos espinhos.
Todavia, as mulheres são agredidas
Pelos que deveriam dar carinhos.

Aquelas que são amor, deveriam ser amadas.
No entanto, os homens, quando irracionais,
Maldosos, planejam como em "Queimadas"...
Reduz a pó os sonhos delas, míseros animais.

O manto cruel das leis da impunidade,
Incentiva o crime, deixa livre e o nó desata.
Retiradas da vida, impedidas da felicidade,
Dorme em um túmulo coberto por uma mata.

Até quando a mulher será objeto?
Um corpo, propriedade de insano.
Será que dar a liberdade é correto?
Para o matador, há direito humano!

O mundo deveria ser um paraíso,
Cada ser deveria ter o seu devido lugar.
Mas o agricultor prefere ser Narciso.
Planta no coração o desejo de se vingar.

Quando o sangue rega a terra,
Oriundo da vida, que guarda a vida,
No lugar da paz, surge uma guerra.
Até quando ficará aberta essa ferida?

Miguel Rodrigues de Oliveira Filho
Membro da Alcama

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal na Paraíba
Telefone fixo: (83) 3044-6258
WhatsApp: (83) 9.9132-6751 (exclusivo para atendimento a jornalistas - das 10h às 17h)
Telefone para atendimento ao cidadão em geral: (83) 9.9108-0933 (das 7h às 17h)
Twitter: @MPF_PB
Youtube: MPFPB

registrado em: PRDC, *1CCR
Contatos
Endereço da Unidade

Av. Epitácio Pessoa, 1800

Expedicionários- João Pessoa/PB

CEP: 58041-006

Recepção: (83) 3044-6200
Atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Além de presencial, o atendimento ao público é feito pelo site MPF Serviços (mpf.mp.br/mpfservicos) e pelo Protocolo Eletrônico (protocololo.mpf.mp.br). Dúvidas devem ser esclarecidas por telefone e e-mail.

Para o Cidadão: (83) 9.9108-0933

MPF Serviços

Protocolo Eletrônico

Peticionamento Eletrônico

Contatos telefônicos

Plantão Jurídico

 

prpb-gabpc@mpf.mp.br 

prpb-ascom@mpf.mp.br

Como chegar
Sites relacionados
Área Restrita