Javascript desabilitado
Logo MPF nome Logo MPF

Glossário de Termos Técnicos

Disponibilizamos abaixo alguns termos técnicos que são usados nos documentos e nas notícias a respeito do Caso Pinheiro/Braskem. Este material está em constante atualização pela Assessoria de Comunicação. 

 

A 

ANÁLISES ESTRATIGRÁFICAS – Estudos relativos aos estratos ou camadas de rochas; A estratigrafia é a descrição de todos os corpos rochosos que formam a crosta da Terra e sua organização em unidades mapeáveis distintas e úteis, com base em suas propriedades ou atributos intrínsecos, com vistas a estabelecer sua distribuição e relações no espaço e sua sucessão no tempo, e para interpretar a história geológica. 

AUDIOMAGNETOTELÚRICO (AMT) – O método Audiomagnetotelúrico (AMT) mede a resistência de passagem elétrica; Variante do método magnetotelúrico (MT), em que a faixa de frequências encontra-se acima de 20Hz.

B 

BATIMETRIA – É a medição da profundidade dos oceanos, lagos e rios e é expressa cartograficamente por curvas batimétricas que unem pontos da mesma profundidade com equidistâncias verticais (curvas isobatimétricas), à semelhança das curvas de nível topográfico. 

D

DOLINA (SINKHOLE) – Dolina (do esloveno, pequeno vale) é uma depressão no solo característica de relevos cársticos, formada pela dissolução química de rochas calcárias abaixo da superfície. Fenômeno geológico que ocorre quando parte do solo cede formando uma cratera; Geralmente possuem formato aproximadamente circular e são mais largas que profundas. Podem ser inundadas por lagoas ou secas e cheias de sedimentos, solo ou vegetação. Quando inundadas e ligadas a uma caverna marinha, são chamadas cenotes (da língua maia dz'onot, sagrado). Dolinas formadas pelo rebaixamento lento do terreno são chamadas dolinas de subsidência lenta. Quando causadas por desmoronamento de cavernas, são chamadas dolinas de colapso, que também podem dar origem a uma abertura na caverna. Quando formadas sob o curso de um rio podem dar origem a um sumidouro. 

E 

EIA (ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL) – É um relatório técnico onde se avaliam as consequências para o ambiente decorrentes de um determinado projeto. Nele encontram-se identificados e avaliados de forma imparcial e meramente técnica os impactos que um determinado projeto poderá causar no ambiente, assim como apresentar medidas mitigadoras.

ELETRORRESISTIVIDADE – Método geoelétrico baseado na determinação da resistividade elétrica dos materiais; baseia-se no estudo do potencial elétrico tanto dos campos elétricos naturais, existentes na crosta terrestre, como dos campos artificialmente provocados. A partir de medições do potencial elétrico na superfície, pode-se determinar, no subsolo, a existência de corpos minerais e reconhecer estruturas geológicas. 

EXPLOTAÇÃO – Termo usado para referir a retirada, extração ou obtenção de recursos naturais, geralmente não renováveis, para fins de aproveitamento econômico, pelo seu beneficiamento, transformação e utilização. Diferente da exploração, que se refere à fase de prospecção e pesquisa dos recursos naturais, a exploração visa a descoberta, delimitação e definição de tipologia e teores e qualidade da ocorrência do recurso. 

F 

FALHA LÍSTRICA – Falha gravitacional ou extensional curva com mergulhos variando de muito fortes, ao alto, a subhorizontais, na base, e com concavidade para cima onde desliza o teto sobre o muro. 

FALHAMENTO – Os falhamentos surgem a partir de pressões verticais ou inclinadas, geralmente ocorrem em áreas de rochas rígidas, de origem cristalina. A colisão entre rochas com essas características provoca rupturas nas mesmas, formando assim, falhas. Depois que as rochas sofreram fraturas em decorrência do movimento de placas, o que acontece é o deslizamento vertical ou inclinado. 

FISSURAS – Atingem a pintura, massa corrida e azulejo com espessuras de 1 mm e menor gravidade. Geralmente estreitas e alongadas, mas não possuem problemas estruturais. 

G 

GEOFÍSICA – Parte da geologia que investiga os fenômenos físicos que afetam a Terra, tais como: gravidade, magnetismo, sismicidade, fenômenos elétricos. 

GEOTÉCNICA – Aplicação de métodos científicos e princípios de engenharia para a aquisição, interpretação e uso do conhecimento dos materiais da crosta terrestre e materiais terrestres para a solução de problemas de engenharia. É a ciência aplicada de prever o comportamento da Terra e seus diversos materiais, no sentido de tornar a Terra mais habitável para as atividades humanas. A geotecnia abrange as áreas de mecânica dos solos e mecânica das rochas, e muitos dos aspectos de engenharia da geologia, geofísica, hidrologia e ciências afins. Geotecnia é praticada tanto por geólogos de engenharia e engenheiros geotécnicos. A Geotecnia estuda o comportamento do solo e das rochas, predominantemente referente às alterações do homem. É uma etapa extremamente relevante para qualquer construção. 

GRAVIMETRIA – Método geofísico utilizado para identificar anomalias de massa (maior ou menor densidade nas rochas), para estudos que envolvem o entendimento de arcabouços tectônicos em escala regional ou local; é baseado na medida da variação do campo gravitacional da Terra, podendo ser realizado por via terrestre, aquático ou aéreo.

 I 

INTERFEROMETRIA – Estudo geológico cujo objetivo é interpretar os dados para geração de mapas previsionais a movimentos de massa e afundamentos de terreno, com a finalidade de antecipar ações preventivas relacionadas aos desastres resultantes de processos geológicos.

 L 

LEVANTAMENTO AEROGRAVIMÉTRICO – vide Gravimetria 

LEVANTAMENTO INTERFEROMÉTRICO (INTERFEROMETRIA) – A interferometria baseada em dados SAR é uma tecnologia que permite a medição de precisa e acurada de alterações de elevação na superfície do terreno, a partir da análise da diferença de fase dos dados coletados pelo sensor. Tanto a informação de movimentação vertical quanto a horizontal podem ser medidas. Utilização de imagens de satélite para medir mudanças de fases consecutivas do sinal de radar que são adquiridas em posições e altitudes idênticas, porém em momentos diferentes; ao ocorrer qualquer deslocamento no terreno, no intervalo da aquisição das imagens, o mesmo pode ser observado através da defasagem do sinal de fase entre as aquisições. 

R 

RACHADURAS – Mais complexas, requerem uma manutenção mais especializada. Espessura acima de 3mm, ocorrendo ruptura do elemento e separando em duas partes com aberturas grandes, pronunciadas, profundas e acentuadas, sendo bem simples de notar a sua presença. Rachaduras em lajes, vigas, pilares e fundações tendem a ser mais graves, pois interferem especificamente na estrutura, aparecendo rachaduras e deformações. Geralmente aumentam com o tempo.

RADAR DE PENETRAÇÃO DO SOLO (GPR) – Técnica de aquisição de informação espacial que se utiliza para investigar ou detetar objetos e estruturas sob o solo. 

RIMA (RELATÓRIO DE IMPACTO AMBIENTAL) – Relatório conclusivo que traduz os termos técnicos para esclarecimento, analisando o Impacto Ambiental. Este relatório é responsável pelos levantamentos e conclusões, devendo o órgão público licenciador analisar o relatório observando as condições de empreendimento.

RÚPTIL – Característica reológica pela qual determinado material (rocha ou mineral) submetido a um campo de tensões, deforma-se permanentemente, sofrendo fraturas ou fragmentação ao ultrapassar o seu limite de rigidez. 

S 

SONAR – Técnica que usa a propagação sonora (geralmente sob a água, como na navegação submarina) com o intuito de navegação, comunicação ou detecção de objetos na ou sob a superfície da água. Pode ser usado como meio de localização acústica e também como uma forma de medição das características dos alvos, analisando-se os seus ecos.

SISMOGRAFIA – Registro gráfico dos abalos sísmicos e suas variações, com a utilização do sismógrafo. 

SUBSIDÊNCIA – Movimento de uma superfície à medida que ela se desloca para baixo relativamente a um nível de referência, como seja o nível médio do mar.

T 

TOPOGRAFIA – Ciência que estuda todas as características presentes na superfície de um território, como o relevo e outros fatores próprios de determinada região.