Javascript desabilitado
Logo MPF nome Logo MPF

Goiás

Criminal
28 de Novembro de 2023 às 17h15

Após ação penal do MPF, homem é condenado por realizar atos preparatórios de terrorismo no estado de Goiás

Réu, que armazenava munições e explosivos e fazia ameaças em rede social, foi condenado a 6 anos de prisão

Foto em preto em branco de uma pessoa encapuzada, com o rosto encoberto

Imagem Ilustrativa: Pixabay

O Ministério Público Federal (MPF) obteve a condenação de um homem por realizar atos preparatórios de terrorismo no estado de Goiás. O acusado mantinha consigo grande quantidade de munições, dos mais variados calibres, além de uma granada de morteiro de alto poder destrutivo. A pena fixada pela Justiça, com base nos artigos 5º e 6º da Lei Anti-Terrorismo (Lei 13.260/2016), foi de 6 anos de prisão.

O homem passou a ser investigado depois que denúncias anônimas relataram a reiteração de comportamentos agressivos em ambiente de trabalho, além de vídeos e imagens colocados no status do aplicativo WhatsApp. Entre o material compartilhado pelo acusado, havia vídeos do estado islâmico e fotos de uma granada morteiro associada à imagem da empresa onde trabalhava, comportamento que causou medo entre seus colegas.

Após busca e apreensão na casa do réu, foram encontradas as munições e a granada morteiro exibidas na rede social. A polícia também analisou o histórico de pesquisas realizadas pelo homem na internet, que deixava claro seu interesse por armamentos, bombas, grupos extremistas e organizações paramilitares. Foram identificadas ainda buscas com conteúdos racistas, discriminatórios e misóginos, além de conversas com pessoas em árabe e russo.

Defesa – Durante seu interrogatório, o réu confirmou a informação de que armazenava munições e uma granada morteiro em sua residência, afirmando que comprou esta última na internet e que não estava em pleno funcionamento. A alegação, porém, foi rechaçada pelo perito em bombas da Polícia Militar de Goiás, que constatou a presença de carga explosiva no artefato.

Já em relação às buscas encontradas em seu histórico, sobre algumas afirmou serem pesquisas aleatórias de história, feitas por curiosidade. Já em relação a outras, disse desconhecê-las. Confirmou também já ter estabelecido conversas com pessoas do exterior em grupos de WhatsApp, mas afirmou não ter relação com grupos terroristas.

A denúncia foi apresentada pelo MPF em abril e recebida em maio deste ano, resultando agora na condenação do acusado, diante do farto material probatório encontrado. A sentença também determinou o envio do material apreendido (munições e explosivo) ao Exército, para destruição.

O número deste processo não é divulgado em razão de segredo judicial.

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal em Goiás
Fones: (62) 3243-5454/3243-5266
E-mail: prgo-ascom@mpf.mp.br
Site: www.mpf.mp.br/go
Twitter: http://twitter.com/mpf_go
Facebook: /MPFederal

Contatos
Endereço da Unidade
Procuradoria da República em Goiás
Avenida Olinda
Edifício Rosângela Pofahl Batista
Qd. G, Lt. 2, nº 500, Park Lozandes
Goiânia/GO
CEP: 74884-120

TELEFONES:

(62) 3243-5400
(62) 99513-3507 (das 10h às 17h)

Atendimento de público externo, de forma presencial, é das 10h às 17h (não há atendimento ao público durante o recesso de final de ano (20/12/2023 a 06/01/2024).
Assessoria de Comunicação Social

Contato via https://saj.mpf.mp.br/saj/

Atenção: Cuidado com e-mails falsos! O MPF/GO não envia e-mails para intimar, notificar ou comunicar qualquer procedimento investigatório.

Sala de atendimento ao cidadão

Utilize a página MPFServiços (disponível 24h).
Dúvidas ou outras informações? Telefone (62) 3243-5462. Envie mensagens de WhatsApp para nº (62) 99513-3507 (de segunda a sexta, das 10h às 17h e, durante o plantão de final de ano - 20/12/2022 a 06/01/2023 - das 13h às 17h).


Informações sobre licitações

Telefone: (62) 3243-5495
E-mail: prgo-slde@mpf.mp.br

Como chegar
Sites relacionados
Área Restrita