Javascript desabilitado
Logo MPF nome Logo MPF

Alagoas

Eleitoral
3 de Junho de 2022 às 16h5

MP Eleitoral divulga informações sobre denúncias eleitorais de crimes ocorridos na internet

Postagens ilícitas em qualquer plataforma digital podem ser denunciadas; confira dicas para melhor denunciar ao MP

Arte: Secom PGR

Arte: Secom PGR

O mundo virtual está cada ano mais protegido pela legislação eleitoral, de modo a garantir que crimes ocorridos na internet não fiquem impunes. Para melhor esclarecer aos eleitores sobre a melhor forma de denunciar ilícitos virtuais ao Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) em Alagoas, divulga-se informações para que a denúncia possua dados suficientes para viabilizar/acelerar a investigação.

Ao fazer a denúncia de uma eventual publicação eleitoral ilícita na internet, é importante que o usuário/eleitor colete algumas informações relevantes para a investigação. Além da descrição da publicação, alguns poucos dados a mais, fáceis de coletar pelo próprio usuário, podem fazer toda diferença para a responsabilização das práticas ilícitas.

Para fazer uma denúncia de ilícito eleitoral na internet, acesse: mpf.mp.br/mpfservicos.

Leia abaixo as instruções, que variam conforme a plataforma em que o eventual ilícito tenha sido identificada (WhatsApp, Facebook, site, etc).

 

  1. SITES

    1. INCLUIR a URL, ou seja, o endereço do site (que pode ser copiado da barra superior do navegador);

    2. SE POSSÍVEL, também um print (uma imagem da tela) da publicação.

  1. FACEBOOK E INSTAGRAM FaceBook Instagram

    1. INCLUIR a URL, ou seja, o endereço da publicação. É importante, para facilitar a identificação, que seja copiado endereço da publicação e também o do perfil do usuário que publicou (já que em grupos ou eventos diversos usuários diferentes podem publicar). Para conseguir o endereço da publicação específica, clique na hora e data da publicação e endereço aparecerá na barra superior do navegador (se estiver no computador) OU clique na seta que há no menu do aplicativo e, em seguida, copiar link (se estiver no celular);

    2. SE POSSÍVEL, também um print (uma imagem da tela) da publicação.

  1. WHATSAPP WhatsApp

    1. INCLUIR o número de telefone com o DDD da conta que estiver propagando as mensagens/publicações irregulares;

    2. SE POSSÍVEL, também um print (uma imagem da tela) da publicação.

  1. YOUTUBE YouTube

    1. INCLUIR a URL, ou seja, o endereço do site (que pode ser copiado da barra superior do navegador);

    2. SE POSSÍVEL, também um print (uma imagem da tela) do vídeo e o próprio vídeo em si.

  1. TWITTER Twitter

    1. INCLUIR a URL, ou seja, o endereço do site (que pode ser copiado da barra superior do navegador) e o nome do usuário (que sempre inicia com @);

    2. SE POSSÍVEL, também um print (uma imagem da tela) da publicação irregular.

 

*Fonte: Ascom PRE/RJ

Assessoria de Comunicação Social
Procuradoria da República em Alagoas
(82) 2121-1485/9.9117.4361
pral-ascom@mpf.mp.br
twitter.com/mpf_al
 
Atendimento ao cidadão
(82) 2121-1400

Contatos
Endereço da Unidade

Procuradoria da República em Alagoas

Avenida Juca Sampaio, 1800
(próximo ao Fórum)
Barro Duro - Maceió/AL
CEP 57045-365

CNPJ: 26.989.715/0007-06

pral-sac@mpf.mp.br
(82) 2121-1400

Atendimento externo:
segunda a sexta-feira
Protocolo: de 10h às 18h
Setor de Atendimento ao Cidadão: de 8h às 15h

Assessoria de Comunicação Social

Atendimento à imprensa
(82) 2121-1485
pral-ascom@mpf.mp.br

Informações sobre Licitações
(82) 2121-1440
pral-cpl@mpf.mp.br

Como chegar
Sites relacionados
Área Restrita