Logo MPF nome Logo MPF

Rio Grande do Sul

Indígenas
22 de Maio de 2020 às 16h20

Governo do Rio Grande do Sul deverá construir escola indígena em Carazinho (RS) após ação do MPF e do MP

Obra deverá iniciar em até 120 dias do término do processo administrativo que trata do assunto

Arte com fundo cinza na área central está escrito resultado em azul escuro. A logomarca do MPF está na parte inferior

Arte: Secom/PGR

A Justiça Federal em Carazinho (RS) atendeu ao pedido do Ministério Público Federal (MPF) e do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP/RS) e condenou o estado à construção da Escola Indígena Kame Mre Kanhkre, para a Comunidade Vyi Kupri, no município.

A decisão determina que o estado finalize em até 120 dias o procedimento administrativo que trata da construção da escola e inicie, em até 120 dias da finalização do procedimento, os atos materiais para a construção da escola na área atualmente ocupada pela comunidade. A obra deverá ser finalizada em no máximo 365 dias, contados do início da execução.

A sentença ainda condenou o estado ao pagamento de R$ 100 mil a título de compensação por danos morais coletivos e deferiu o pedido de antecipação dos efeitos de tutela, determinando que o estado cumpra as obrigações de fazer imediatamente.

A escola em questão foi criada por meio de decreto estadual no ano de 2014 para atendimento exclusivo da comunidade indígena e contemplando o ensino bilíngue, haja vista que os povos indígenas têm direito à educação escolar diferenciada, intercultural e bilíngue, conforme preceitos legais pertinentes à matéria, independentemente da regularização de seus territórios.

No entendimento do MPF e do MP/RS, desde 2005, quando a comunidade indígena da etnia Kaingang reuniu-se para reivindicar a área, o estado do Rio Grande do Sul vem protelando a construção da sede da escola, especialmente a partir de 2014 com a publicação do Decreto nº 51.573/RS, que criou referida entidade, deixando em situação inaceitavelmente precária a prestação do direito à educação aos indígenas da Comunidade Vyi Kupri, pois, embora tenha transcorrido tempo considerável, a demanda não evoluiu do projeto e nem havia qualquer expectativa de que viesse a evoluir a contento.

Número da ação para acompanhamento processual: 5001374-70.2018.4.04.7118

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul
Telefone MPF: (51) 3284-7200
Telefones ASCOM: (51) 3284-7250 / 98423 9146
Site: www.mpf.mp.br/rs
E-mail: PRRS-Ascom@mpf.mp.br
Twitter: http://twitter.com/MPF_RS
Facebook: www.facebook.com/MPFnoRS

Contatos
Endereço da Unidade

Rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, 700
Bairro Praia de Belas
Porto Alegre/RS
CEP 90.010-395


CNPJ: 26.989.715/0028-22

(51)3284-7200
Atendimento de segunda à sexta, das 12h às 18h - Sala do Cidadão / público externo
Como chegar