Logo MPF nome Logo MPF

TRF4

A Lava Jato expôs a amplitude de um processo judicial. Na passagem da primeira para a segunda instância, uma das mudanças mais claras é que deixa de ser analisado por uma pessoa só (o juiz designado) e passar a ser examinado por, no mínimo, três (os desembargadores que compõem a turma responsável pela análise de um caso). Na Lava Jato, especificamente, esse número de envolvidos é maior ainda, tendo em vista que, no MPF, foi necessária a criação de forças-tarefas de procuradores para dar conta do volume – a mais conhecida delas é a de Curitiba, mas também há forças-tarefas em segundo e terceiro graus.

Na Procuradoria Regional da República da 4ª Região (PRR4), unidade do MPF que atua em segunda instância para processos iniciados no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul (ou seja, atua nos processos que tramitam no TRF4), a FT foi criada em 18 de março de 2015 e vem mantendo, em média, seis procuradores como membros titulares. Somados, apenas em segunda instância na 4ª Região, o número de membros do MPF, desembargadores do TRF4 e servidores das duas instituições que atuam ou já atuaram na Lava Jato ultrapassa 30.

Equipe

Membros efetivos atuais

  • Maria Emília Corrêa da Costa Dick (Coordenadora)
  • Luiz Felipe Hoffmann Sanzi
  • Carlos Augusto da Silva Cazarré
  • Ana Luisa Chiodelli von Mengden
  • Mauricio Gotardo Gerum
  • Adriano Augusto Silvestrin Guedes