Logo MPF nome Logo MPF

SÃO PAULO

A Força-Tarefa da Lava Jato em São Paulo foi criada em julho de 2017 após o Supremo Tribunal Federal (STF) enviar para a primeira instância desdobramentos dos acordos das delações da Odebrecht sobre investigados sem foro por prerrogativa de função. O grupo ofereceu em 2018 quatro denúncias e uma ação de improbidade administrativa na Justiça Federal de São Paulo. Em 2019 foram oferecidas três denúncias, todas recebidas, e duas ações de improbidade administrativa. 

Além de desdobramentos da Operação Pedra no Caminho, a FT da Lava Jato em São Paulo continua trabalhando em investigações oriundas das colaborações premiadas homologadas no STF e encaminhadas à Justiça Federal de SP, como os 11 fatos narrados na delação do ex-ministro Antonio Palocci e em outros casos envolvendo diversas autoridades, como os ex-presidentes Lula e Temer. 

 Antes da constituição da FT da Lava Jato em São Paulo nos moldes atuais, o MPF em São Paulo atuou, em 2016, na Operação Custo Brasil, desdobramento da 18ª fase da Operação Lava Jato de Curitiba (Operação Pixuleco), determinado pelo ministro Dias Toffoli, do STF, que resultou no oferecimento de três denúncias, todas elas recebidas. Os processos tramitam na 6ª Vara Federal Criminal especializada da Justiça Federal de São Paulo e encontram-se em diferentes fases processuais.


Equipe 

A FT conta atualmente com oito procuradores da República e uma procuradora regional da República (seis deles com dedicação exclusiva à operação). 

 Membros efetivos atuais

  • Anamara Osório Silva (Coordenadora)
  • André Lopes Lasmar
  • Guilherme Rocha Göpfert
  • Janice Agostinho Barreto Ascari
  • Lúcio Mauro Carloni Fleury Curado
  • Marco Antônio Ghanagge Barbosa
  • Paloma Alves Ramos
  • Thiago Lacerda Nobre
  • Yuri Corrêa da Luz