Logo MPF nome Logo MPF

Goiás

Procuradoria da República em Goiás

Eleitoral
20 de Março de 2017 às 14h55

PRE/GO consegue manter a condenação por abuso do poder econômico de três ex-candidatos na cidade de Anicuns

Pena aplicada pelo TRE/GO é a inelegibilidade por oito anos e a cassação do diploma

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE/GO), em sessão realizada nesta quinta-feira, 16 de março, acatando parecer da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE/GO), manteve a condenação de Franco Alves Neto, candidato derrotado ao cargo de prefeito do município de Anicuns; de Rogério Morais Abrão de Paula, candidato eleito para o cargo de vereador, e de Sebastião Santos de Jesus, diplomado como suplente, por abuso de poder econômico nas últimas eleições no município.

Com a decisão do TRE/GO, Franco Alves, que é filho de Chico Buzina, conhecido político da região de Anicuns, fica inelegível pelo prazo de oito anos a contar da data da eleição. Já os dois vereadores eleitos, Sebastião Santos e Rogério Morais, além da inelegibilidade por 8 anos, têm os registros dos respectivos diplomas cassados, conforme prevê o artigo 22 da LC 64/90.

Entenda – Conforme apurado pelo Ministério Público Eleitoral, com a finalidade de promoção de suas candidaturas, os três então candidatos foram beneficiados com a realização de festas e a distribuição gratuita de sorvetes, de cestas básicas e de consultas médicas aos eleitores de  Anicuns.

Para o procurador regional eleitoral, Alexandre Moreira Tavares dos Santos, autor do parecer, a realização de vultosos gastos e a ostensiva promoção dos nomes dos candidatos caracterizaram o abuso do poder econômico. “Conforme prevê a legislação eleitoral, a distribuição de benesses gratuitas aos eleitores com a nítida finalidade eleitoreira possui gravidade suficiente para afetar a lisura e a normalidade da eleição e gerar um potencial desequilíbrio ilícito”, pontua o procurador.

Da decisão do TRE/GO ainda cabe recurso perante o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Brasília.

Para mais informações sobre as circunstâncias em que os ilícitos ocorreram, clique aqui e leia a íntegra do parecer da PRE/GO (Processo nº 111.888/2016).


Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal em Goiás
Fones: (62) 3243-5454/3243-5266
E-mail: prgo-ascom@mpf.mp.br
Site: www.mpf.mp.br/go
Twitter: http://twitter.com/mpf_go
Facebook: /MPFederal

registrado em:
Contatos
Endereço da Unidade
Procuradoria da República em Goiás
Avenida Olinda
Edifício Rosângela Pofahl Batista
Qd. G, Lt. 2, nº 500, Park Lozandes
Goiânia/GO
CEP: 74884-120

  

(62) 3243-5400
Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 18h.
Assessoria de Comunicação Social
Telefone: (62) 3243-5454 - 5266

E-mail: prgo-ascom@mpf.mp.br

Atenção: Cuidado com e-mails falsos! O MPF/GO não envia e-mails para intimar, notificar ou comunicar qualquer procedimento investigatório.

 

Informações sobre licitações
Telefone: (62) 3243-5449

E-mail: prgo-cpl@mpf.mp.br

 

Como chegar

Sites relacionados
Área Restrita