Escritório de Projetos

Gestão de projetos 

 

O gerenciamento de projetos consiste na aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas para o alcance dos objetivos nele propostos. A experiência de diversas organizações públicas e privadas sugere a adoção de uma metodologia de gerenciamento de projetos (GEP) para respaldar uma gestão mais organizada e profissionalizada dos recursos disponíveis para o projeto.

Existem diversos modelos e atribuições que um EP pode assumir, a depender da estrutura, do nível de maturidade em gerenciamento de projetos e da estratégia de cada organização.

 

Gestão de projeto no MPF

 

Na estrutura de gerenciamento de projetos do MPF, a Assessoria de Modernização e Gestão Estratégica exerce a função de um “Escritório de Projetos” (EP).

A gestão de projetos no MPF é normatizada pela Portaria PGR/MPF nº 734, de 28/12/2011, que determina os procedimentos a serem seguidos para os projetos estratégicos, com base nas práticas e conhecimentos do PMBoK (Project Management Body of Knowledge).  O normativo traz as informações necessárias para cada etapa do projeto: iniciação (proposta de projeto), autorização, planejamento, execução, controle, encerramento e monitoramento.

No Sistema Integrado de Gestão Estratégica e Governança do MPF há dois comitês estritamente ligados à gestão de projetos.

O Subcomitê Consultivo de Projetos é uma instância consultiva do secretário geral em relação ao estabelecimento de prioridades e diretrizes para a gestão de projetos estratégicos. O Subcomitê analisa se há viabilidade e disponibilidade dos recursos orçamentários, humanos, materiais solicitados nas propostas de projetos; também verifica se, nos casos em que envolver algum processo de contratação ou aquisição, os prazos definidos estão condizentes e se há previsão de recursos orçamentários; por fim, nos casos em que envolvem soluções tecnológicas, analisa o alinhamento dessas soluções com as diretrizes de TI. A análise do SCP também cabe nos casos em que há alterações de custo no projeto.

O Subcomitê de Projetos Finalísticos atua como estância consultiva no estabelecimento de prioridades e diretrizes para a gestão de projetos da área finalística. O SPF analisa as propostas de projetos voltados ao aperfeiçoamento da atividade finalística, visando à coordenação, integração e potencialização das atividades. Também propõe ao Procurador-Geral da República a disponibilização anual de recursos orçamentários destinados à execução de projetos finalísticos e os critérios para classificação de projetos finalísticos entre estratégicos ou estruturantes.

 

No âmbito de projetos, compete à Amge

 

  • Promover a gestão de projetos, em especial, quanto aos aspectos de planejamento e coordenação dos trabalhos e de acompanhamento dos resultados;
  • Prestar consultoria interna;
  • Apresentar parecer ao Secretário-Geral sobre propostas de projetos submetidos a sua consideração pelas unidades demandantes;
  • Analisar a documentação dos projetos estratégicos, assegurando que ela seja consistente, completa e focada em resultados;
  • Acompanhar a execução dos projetos estratégicos aprovados, zelando pela aplicação da norma de gestão de projetos (Portaria PGR 734/2011) e pela observância das melhores práticas em gerenciamento de projetos;
  • Propor a suspensão ou o cancelamento de projeto estratégico que esteja sendo executado em desacordo com a Portaria PGR 734/2011;
  • Apresentar parecer para subsidiar o SCP e o Secretário-Geral na análise de pedidos de mudanças no projeto, inclusive de escopo;
  • Analisar relatório de encerramento, validando os resultados e registrando experiências para aperfeiçoamento contínuo do gerenciamento de projetos no MPF;
  • Apoiar e orientar as unidades do MPF quanto ao  gerenciamento de projetos estratégicos.

O Escritório de Projetos do MPF proporciona benefícios em várias perspectivas

 

Maximização de resultados e de benefícios para a sociedade

Entre 2011 e 2015, o Escritório de Projetos do MPF apoiou a estruturação e a execução de 124 projetos, sendo 60 finalísticos e 64 administrativos. A atuação com foco na área fim está se intensificando, já envolveu 321 membros, e tem proporcionado benefícios diretos para a sociedade, como a efetividade no combate à corrupção, nos crimes de tráfico, escravidão, e na prevenção de outros ilícitos e de irregularidades de natureza patrimonial, orçamentária, ambiental, etc. No âmbito administrativo, foram criados diversos mecanismos de gestão, de otimização de processos e de estruturação de sistemas, o que tem aumentado a eficiência e a capacidade de atuação do órgão.

Alinhamento estratégico

O Escritório de Projetos do MPF em conjunto com o Subcomitê Consultivo de Projetos e o Subcomitê de Projetos Finalísticos formam um ciclo de governança que garante o alinhamento estratégico dos projetos. Ou seja, todos os projetos acompanhados pelo escritório sempre suportam um ou mais objetivos estratégicos.

Controle orçamentário

Todos os valores voltados para os projetos são programados e avaliados pelo Escritório de Projetos e por colegiados, de forma a garantir a legitimidade dos gastos, bem como a economicidade. Em muitos casos, são identificadas redundâncias de ações planejadas e de previsão de aquisições que, se não fosse a atuação por projetos, gerariam custos em duplicidade. De 2011 a 2015, os projetos envolveram um montante orçamentário de R$ 32.026.891,30.

Transparência

Todos os dados dos projetos são documentados de forma estruturada, com formulários específicos e detalhados, registrados em sistema acessível por todo o órgão (SiGOV). Além disso, o Escritório de Projetos publica no site do MPF relatórios consolidados para a sociedade, que pode acompanhar todos os projetos. Os relatórios incluem informações como os benefícios gerados pelos projetos, as pessoas envolvidas, os custos, os prazos e a situação em que se encontram.

Treinamento

A atuação por projetos garantiu aos treinamentos a programação e articulação entre as áreas, com alinhamento total verificado pelos comitês de governança. Foram realizados pelo menos 30 treinamentos em projetos, no período de 2011 a 2015.

 

Contatos

 

Dalton Nunes Tavares  (61) 3105 - 6720

Grazielle Tonon Barbado (61) 3105 - 5823

Marcelo Boaventura dos Santos (61) 3105 - 8293

E-mail: escritoriodeprojetos@mpf.mp.br


Normatizações


Portaria  PGR/MPF nº 734, de 28 de dezembro de 2011 - Dispõe sobre a gestão de projetos no âmbito do MPF.

Portaria PGR/MPF nº 865, de 2 de dezembro de 2013 – Altera a Portaria PGR/MPF nº 733, de 28 de dezembro de 2011  Cria o Subcomitê de Projetos Finalísticos.