Logo MPF nome Logo MPF

Bahia

Procuradoria da República na Bahia

Valec deverá considerar recomendação do MPF para adquirir os trilhos da Fiol

A recomendação expedida pelo MPF em Ilhéus e em Barreiras visa a evitar que o o novo edital para licitação de aquisição de trilhos para a a Ferrovia Oeste Leste seja elaborado com as mesmas irregularidades que resultaram na anulação do processo licitatório realizado no início de 2011.

O Ministério Público Federal (MPF) em Ilhéus/BA e em Barreiras expediu recomendação orientando a Valec Engenharia Construções e Ferrovias S/A a não repetir, no novo edital da licitação destinada à compra de trilhos para a Ferrovia Oeste Leste (Fiol) as irregularidades encontradas no último edital. A licitação conduzida a partir do Edital de Pregão Presencial Valec nº 004/2011 foi revogada pelo Ministério dos Transportes, em razão de apresentar diversas irregularidades, como o fato da empresa vencedora, a Dismaf, estar proibida de contratar com o poder público.

As irregularidades no antigo edital foram constatadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) através do acórdão nº 1026/2011. Entre elas, estão a exigência de atestados de fornecimento de trilhos além do padrão requerido em outros editais feitos pela Valec e a determinação de um único tamanho específico para os trilhos (12m) – sendo que o mercado oferece diversos tamanhos de trilhos (12m, 18m ou 24m). Para os órgãos, ambas as exigências limitam a competitividade no processo de licitação.

O curto prazo estabelecido entre o aviso de licitação e a realização do pregão; a falta de previsão de parcelamento (por lotes ou em diversas licitações) e a falta de redação clara e objetiva também são pontos apontados pelo TCU e ressaltados na recomendação do MPF. Outro fato que chamou a atenção do TCU e do MPF foi o sobrepreço da licitação em função do exagero na quantidade de trilhos incluídos no processo. Das 244 mil toneladas de trilho, o TCU estimou que 11 mil toneladas seriam adquiridas desnecessariamente, com um desperdício estimado em 36 milhões de reais.

As irregularidades apontadas pelo acordão do TCU e consideradas nos inquéritos civis do MPF levaram à realização do pregão presencial com apenas duas empresas, das 14 que retiraram o edital. A Dismaf – Distribuidora de Manufaturados Ltda, já detentora de contratos anteriores com a Valec, foi a vencedora do edital anulado, mas estava proibida de contratar com o poder público.

A recomendação foi expedida pelo MPF em 21 de novembro, e a Valec Engenharia tem 30 dias para prestar informações ao órgão sobre a adoção das orientações.

Clique aqui para acessar a íntegra da recomendação.
Clique aqui para acessar acórdão nº 1026/2011 do TCU.

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal na Bahia
Tel.: (71) 3617-2299/ 2474/ 2295/ 2200
E-mail: ascom@prba.mpf.gov.br
www.twitter.com/mpf_ba

Contatos
Endereço da Unidade

Rua Ivonne Silveira, 243
Loteamento Centro Executivo - Doron
CEP 41.194-015 - Salvador/BA

prba-sac@mpf.mp.br
(71) 3617-2200
Atendimento de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h (capital)

Como chegar

Sites relacionados
Área Restrita