Logo MPF nome Logo MPF

Cooperação Internacional

Representante diplomático japonês faz visita de cortesia ao Ministério Público Federal

Ministro ressaltou a importância da cooperação do MPF com o governo daquele país

No dia 29 de junho, o secretário de Cooperação Internacional, Vladimir Aras, e o secretário adjunto de Cooperação Internacional, Carlos Bruno Ferreira da Silva, receberam o ministro da Embaixada do Japão no Brasil, Kazuhiro Fujimura, que assumiu o cargo no mês passado e veio se apresentar aos membros do Ministério Público Federal responsáveis pela assistência internacional.

O ministro aproveitou a oportunidade para agradecer a colaboração do MPF com o governo do Japão e, principalmente, o empenho demonstrado em processos sensíveis, referindo-se ao caso Patrícia Fujimoto, no qual a ré foi condenada por ter causado, em outubro de 2005, no Japão, um acidente de trânsito que matou uma criança japonesa de 2 anos. Agradeceu, também, a sensibilidade do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao enviar uma carta aos pais da criança falecida.

Além de ressaltar que a cooperação jurídica auxilia a relação bilateral entre os dois países, Fujimura finalizou sua visita cumprimentando a SCI pela organização da visita da polícia japonesa à PGR, a ser realizada em julho deste ano, para tratar do caso de A. M. e M. Y., e pelos esforços que estão sendo feitos pelo subprocurador-geral da República José Adonis Callou de Araujo Sá para provimento do RESP 1492582, referente ao caso Patrícia Fujimoto.

Cooperação - A PGR mantém um programa de cooperação com o Japão, por meio da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA). Seis procuradores foram selecionados por edital da SCI para participarem de cursos organizados pela JICA e pelo Instituto da Ásia e Extremo Oriente das Nações Unidas para Prevenção de Crimes (UNAFEI) em Tóquio. O mais recente membro selecionado foi o procurador da República Werton Magalhães Costa, que participou do curso “Justiça criminal com foco na investigação, persecução e cooperação Internacional”. Segundo Vladimir Aras, o próximo edital deve sair antes do fim deste ano.