Cooperação Internacional

Recampi divulga manual de boas práticas para a formação inicial dos membros do MP dos países ibero-americanos

Objetivo é aperfeiçoar a atuação dos MPs por meio da difusão e da adoção de experiências bem-sucedidas de capacitação

A Rede de Capacitação do Ministério Público Ibero-Americano (Recampi) encerrou no dia 22 de abril, em Madri, Espanha, sua X Assembleia Geral, da qual participaram representantes de escolas e centros de formação de membros do Ministério Público de países como Venezuela, Portugal, Espanha, Brasil, Chile, Panamá, Honduras, Argentina, Equador e República Dominicana.

Durante os três dias de assembleia, os integrantes da Recampi discutiram experiências de capacitação bem-sucedidas e trabalharam na elaboração de um manual de melhores práticas para a formação inicial dos membros dos Ministérios Públicos da Ibero-América. As principais conclusões foram reunidas no documento intitulado Compendio de mejores prácticas en formación inicial del Fiscal Iberoamericano, que foi encaminhado a todos os centros de formação para ampla divulgação.

O objetivo do manual é aperfeiçoar a atuação dos Ministérios Públicos Ibero-Americanos por meio da difusão e da adoção de boas práticas na formação de seus novos membros. O guia é composto por três capítulos, que tratam do âmbito de aplicação e dos objetivos dos cursos de formação; da estratégia e da metodologia da capacitação inicial; e da formação de formadores.

Para o representante do Brasil na X Assembleia Geral da Recampi, o diretor-geral adjunto da ESMPU, Maurício Correia de Mello, o evento foi um sucesso e cumpriu plenamente seus objetivos. “Os trabalhos foram muito produtivos e proporcionaram diversos contatos com os colegas diretores de centros de formação, que, certamente, evoluirão para parcerias e oferecimento de vagas recíprocas na programação das respectivas escolas”, destacou.

A assembleia contou ainda com a elaboração do Plano de Trabalho 2015-2017 da Recampi, que terá entre outras atividades a preparação de manual de boas práticas voltadas à formação contínua e especializada dos membros do MP ibero-americano; a criação da revista científica virtual da Recampi; a oferta de capacitação a distância para os membros da Rede; e o fortalecimento da presença da instituição nas redes sociais.

No encerramento da assembleia, foi eleita a nova presidência da Recampi, que será ocupada por representante da Espanha, e a secretaria, dividida entre Panamá e Equador. Caberá a esses dois países a organização da próxima Assembleia Geral, que será realizada entre os meses de abril e maio de 2017.

Os documentos da X Assembleia Geral da Recampi estão disponíveis aqui.